Formação e Qualificação das Pessoas

Vítor Martelo
Licenciado em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia do Trabalho pelo ISLA – Instituto Superior de Línguas e Administração e pós-graduado em Gestão do Sector Público Administrativo pela Universidade de Évora;
É técnico superior no Gabinete de Auditoria e Qualidade do Município da Moita, e é diretor [gerente] da empresa Suggestus – Inovação para o Desenvolvimento, Lda. sendo ainda consultor de diversas outras organizações, para as áreas da criatividade e inovação, da cultura, da gestão de projetos, da produção de eventos, do desenvolvimento organizacional, da gestão pública e da formação e qualificação profissionais;
É promotor e coordenador da Comissão Organizadora dos “Encontros AlCultur”, espaço público de reflexão e debate sobre diferentes temáticas relacionadas com a cultura, tendo organizado já seis edições em diferentes cidades do país e uma edição em Espanha, na cidade de Saragoça;
É diretor do curso de especialização profissional em Gestão de Organizações e Projetos Culturais promovido pela Suggestus, Lda. e é formador da Suggestus, Lda. nas áreas da criatividade e inovação, do empreendedorismo, da gestão cultural, da programação cultural, da produção de eventos culturais, da gestão de projetos culturais e do financiamento da cultura. Colabora também regularmente, como formador, com a RESTART – Escola de Criatividade e Novas Tecnologias e com a World Academy;
Foi consultor da AMRS – Associação de Municípios da Região de Setúbal coordenando a área de formação e qualificação profissional dos trabalhadores dos municípios associados e o grupo de trabalho intermunicipal das Bibliotecas Públicas [Rede de Bibliotecas da Região de Setúbal];
Foi administrador da Cultideias, Lda. e coordenador geral da rede de programação cultural ‘CULTREDE – ARTE PARA TODOS’, que integrou vinte municípios portugueses, a qual concebeu e implementou em 2006, assumindo até fevereiro de 2013 a sua direção executiva e de programação;
Foi membro, representando o Município da Moita, da Comissão de Acompanhamento e da Comissão Executiva da Iniciativa Bairros Críticos, da responsabilidade da Presidência do Conselho de Ministros e do Instituto Nacional de Habitação.
Desempenhou funções dirigentes na área da cultura e da intervenção social em diversos municípios e em diversas associações sociais e culturais tendo sido, designadamente, diretor do Departamento de Assuntos Sociais e Cultura do Município da Moita, chefe da Divisão de Bibliotecas do Município da Moita, diretor do Departamento de Cultura, Educação, Desporto e Ação Social do Município de Sines e chefe da Divisão de Cultura do Município de Coruche.